DADOS PESSOAIS







DADOS PARA CONSULTA

É a sua primeira consulta nas Clínicas Pedro Choy?


* Campos de prenchimento obrigatório

A marcação da sua consulta carece de confirmação por parte da Clínica. Aguarde pelo nosso contacto.

Termos e condições | Políticas de Privacidade

O Tratamento das Alergias Respiratórias e a Medicina Chinesa

Introdução

Após um inverno taciturno, a primavera é muito desejada, especialmente porque permite dar passeios na natureza, que está verdejante e plena de vida. Se para a maioria das pessoas isto é possível, para outras não! Uma caminhada ou um passeio de bicicleta num parque de uma cidade ou num bosque numa zona rural, que deveria de ser relaxante e prazeroso, torna-se um inferno para quem sofre de alergias respiratórias por causa do pólen.
Embora o ser humano viva há milhares de anos em contacto com estas pequenas partículas libertadas pelos órgãos masculinos das flores, a sua sensibilidade ao pólen está a piorar e as alergias respiratórias são cada vez mais frequentes. 

 

Causas para as alergias

A alergia é uma resposta imunitária exagerada que ocorre quando o organismo entra em contacto com uma substância à qual ele é sensível, causando distintos sintomas e doenças conforme a causa e a predisposição que tem cada pessoa.

Existem muitos tipos diferentes de alergias e com gravidade variável, tais como as respiratórias, as da pele, as medicamentosas, as alimentares, etc. Se algumas destas alergias apenas produzem reações que causam sintomas ligeiros, outras podem levar a uma ocorrência tão violenta que pode levar à morte, como acontece na asma ou na picada de um inseto.

Além da carga genética, existem atualmente fatores associados ao estilo de vida moderna que levam o corpo a ter uma maior disposição para desenvolver alergias. O consumo habitual de substâncias químicas (nos alimentos ou em medicamentos), uma alimentação desequilibrada que altera o normal funcionamento do organismo e da imunidade, o sedentarismo e a inalação de ar poluído ou de tabaco são situações que levam ao aparecimento de alergias.

 

As alergias respiratórias segundo a medicina chinesa    

Para a Medicina Chinesa, a alergia respiratória não é vista como uma doença, mas apenas como um sintoma de um desequilíbrio ou enfraquecimento energético do organismo, que pode ser tratado, quer em adultos quer em crianças. Para um tratamento adequado é necessário ponderar caso a caso, conforme cada ser humano, para que atue na raiz da doença, ou seja, na síndrome energética que levou à alergia respiratória, controlando ou revertendo a doença. 

 

Existem alergias respiratórias do tipo:

Yin (por vazio da energia):

Existem diversos órgãos implicados nas alergias respiratórias do tipo Yin (crónicas e com sintomas não agudos): Rim, Fígado, Baço-Pâncreas, Pulmão (principalmente). 

Um vazio energético de um ou vários destes órgãos leva a um desequilíbrio do Pulmão e/ou do seu meridiano, por vias diretas e indiretas, provocando um vazio do seu Qi. Consequentemente, isto pode fazer aparecer uma alergia respiratória que poderá tornar-se crónica, situação muito comum no adulto. Exemplo: adulto com crises ligeiras de asma e que ocorrem principalmente durante a madrugada, sinusite, bronquite crónica e certos tipos de rinite.

Quando existe um vazio do Qi do Pulmão, também há uma maior propensão para surgir uma crise alérgica quando o organismo é submetido a fatores externos intensos, como o vento-frio-humidade ou a calor-secura.

 

Yang (por plenitude da energia):

As alergias respiratórias do tipo Yang são provocadas pelo bloqueio do Qi do Pulmão e/ou seu meridiano, e existem diversas causas energéticas para que isto suceda, sendo as seguintes as principais: 

- Bloqueio do Qi do Pulmão. Ocorre, por exemplo, quando a exposição ao frio provoca a estagnação do Qi do Pulmão, o que faz com que uma situação alérgica latente se passe a manifestar. 

- Bloqueio ou estagnação do Qi do Fígado com a invasão ou bloqueio do Qi do Pulmão por parte do Yang do Fígado. Isto é muito comum quando existem situações de stress, falta de descanso ou o consumo excessivo de certos tipos de substâncias químicas. 

- Bloqueio do Qi cardíaco. Embora sejam ocorrências incomuns, certas alterações do Shen (energia emocional e mental controlada pelo Coração), podem levar a um bloqueio do Qi do Coração, que podem provocar com que o Qi do Pulmão não se difunda, provocando o seu bloqueio. Uma situação de ansiedade pode funcionar como um gatilho para uma crise de asma, por exemplo.

- Humidade/fleuma (por falta de Qi do Paço-Pâncreas) pode gerar um bloqueio do Qi do Pulmão e/ou do seu meridiano ou provocar uma estagnação do Qi do organismo, o que também pode desencadear uma reação alérgica. Isto acontece normalmente por hábitos alimentares errados, na obesidade e na diabetes.

 

Outro tipo de desequilíbrio energético que provoca sintomatologia do tipo Yang é o que envolve a Wei Qi (termo que designa o funcionamento do sistema imunitário). Nas alergias que ocorrem por uma reação imunitária extrema estão implicados os seguintes órgãos energéticos, que influenciam o bom comportamento do sistema imunitário: Rim, Fígado e Baço-Pâncreas

Algumas crises alérgicas agudas (tipo Yang) acontecem por uma reação exagerada por parte do sistema imunitário (Wei Qi), quando o corpo entra em contacto com uma substância a que ele é sensível. Isto sucede no edema de glote ou no choque anafilático provocado pela picada de um inseto, ou simplesmente numa crise de asma aguda provocada pelo contacto com uma substância irritante. 

 

Mistas:

A alergia respiratória mista ocorre quando existe um vazio do Qi do Pulmão (tipo Yin) mas que ainda assim, por diversos fatores, o corpo desenvolve uma sintomatologia aguda (tipo Yang). Pode acontecer em qualquer das patologias alérgicas crónicas.

Quando existe um vazio do Yin do Pulmão ou do Yin geral, a alergia respiratória poderá ser do tipo Yin (se existe também um vazio do Qi), mista ou do tipo Yang, conforme o quadro clínico. 

 

Conclusão

As alergias respiratórias existem desde os primórdios da humanidade, mas nas últimas décadas têm vindo a piorar, afetando cada vez mais pessoas e gerando doenças mais persistentes e graves.

Se for um destes casos ou se tiver um filho que sofra de uma condição desta natureza, saiba que as Clínicas Pedro Choy podem ajudá-lo, qualquer que seja o tipo de alergia respiratória.

O nosso sistema terapêutico, o Método Pedro Choy, é direcionado para tratar a causa energética primária da doença alérgica, não se limitando simplesmente a aliviar sintomas deste tipo de patologias como é corrente. Por ter uma ação na raiz da doença, irá ter resultados consistentes, criando as condições fisiológicas adequadas para que a condição alérgica se manifeste com muito menos intensidade e menos vezes, havendo a possibilidade de reverter a doença, tanto em crianças como em adultos.

Partilhar:

Artigos Relacionados:

Urticaria Deixe de se cocar

Wei Qi - a sua defesa perante as intempéries!

Voltar

Outras NOTÍCIAS

NEWSLETTER

Indique-nos o seu email, e receba as nossas novidades em primeira mão.


Ao subscrever concorda com a Política de Privacidade deste Website.

SIGA-NOS

social social social social
2ª a 6ª - 8h00-20h30
Sábado - 8h00-13h30
Domingo - Encerrado