DADOS PESSOAIS







DADOS PARA CONSULTA

É a sua primeira consulta nas Clínicas Pedro Choy?


* Campos de prenchimento obrigatório

A marcação da sua consulta carece de confirmação por parte da Clínica. Aguarde pelo nosso contacto.

Termos e condições | Políticas de Privacidade

O aparelho reprodutor masculino segundo a Medicina Chinesa

Introdução

A fertilidade masculina está associada à virilidade masculina, desde os tempos antigos, mas esse mito tem vindo a mudar. Vários estudos científicos atestam que os homens estão a ficar mais inférteis e a sua capacidade reprodutiva tem vindo a diminuir nas últimas décadas.

Os fatores que contribuem para o aumento da infertilidade masculina são de diversa ordem, mas todos têm um denominador comum: o estilo de vida moderno. Associado a este elemento destaca-se o sedentarismo e a falta de exercício físico, o consumo de substâncias prejudiciais para o organismo (tabaco, álcool e drogas), uma alimentação pouco saudável e o excesso de ansiedade e de stress, entre outras causas. Estes fatores também estão associados ao aumento de diversas doenças do aparelho reprodutor masculino, tais como a disfunção erétil, a hiperplasia benigna da próstata, a prostatite, a varicocele ou o cancro da próstata, por exemplo.

 

O aparelho reprodutor masculino para a Medicina Chinesa

A Medicina Tradicional Chinesa designa o conjunto de estruturas que compõem o sistema reprodutor masculino por Bao ou por Dan Tian Inferior (centro energético localizado alguns centímetros abaixo do umbigo), podendo-se traduzir por Sala da Essência ou por Compartimento do Esperma, termo que, anatomicamente, pode-se relacionar com os testículos, vesícula seminal e próstata. Estes dois termos fomentam a ideia de que o aparelho reprodutor recolhe e armazena a Essência (energia vital - Jing), materializando-a sob a forma de sémen. Assim, quando existe um Jing forte, o que sucede num jovem, também o seu esperma será vigoroso. Se pelo contrário, estiver enfraquecido, o que é vulgar num homem na andropausa, a sua fertilidade diminui consideravelmente.

 

Fisiologia energética e a importância do Rim

O funcionamento adequado do aparelho reprodutor do homem depende de vários elementos, como a seguir se detalha.

O principal elemento é a energia Jing (Essência) que chega a partir do Rim por 3 canais designados “Extraordinários”: o Chong Mai, o Ren Mai e o Du Mai. Este conjunto de canais aportam a energia vital (Jing) do organismo para diversas áreas do organismo, ajudando a manter a integridade biológica e a sua vitalidade. No seu conjunto, estas estruturas são designadas por “vísceras irregulares”, fazendo parte delas o cérebro, as medulas e os genitais. 

Outra energia fundamental para o funcionamento do aparelho reprodutor do homem é o Qi do Rim, que ali chega por intermédio do meridiano principal do Rim e do seu Luo (canal colateral). 

O Fígado aporta o seu Qi e regula essa área, ao comunicar com a área genital do homem por intermédio do seu meridiano principal e do seu Luo, que percorre toda essa região. 

Resumindo: o funcionamento adequado do aparelho reprodutor masculino depende de haver um Qi e um Jing que chegam abundantemente vindos do Rim, com o Rim (primário) e o Fígado (secundário) a influenciarem a sua atividade.

 

A fisiologia energética dos demais órgãos

Outros órgãos energéticos, que não o Rim, também influenciam o desempenho e a vitalidade do sistema reprodutor masculino. São estes o Coração, o Fígado e o Baço-Pâncreas.

 

Coração

O desejo sexual do homem é o resultado do despertar do Fogo no organismo, sendo necessário para isso que haja a associação das duas energias Fogo para que este desperte e fique ativo: 

O Fogo Imperial, que tem a sua origem no Coração, órgão energético que pertence ao movimento Fogo (um dos 5 movimentos). Ao Coração cabe o papel de governar a mente e as emoções (Shen), e com isso, pode dizer-se que o despertar do pensamento que leva ao desejo sexual tem origem no Coração, despertando o Fogo Imperial como uma chama que segue um rastilho até aos genitais.

O Fogo Ministerial é o outro dos elementos Fogo do corpo e deriva do Rim Yang. Este conceito energético (Rim Yang) é descrito como um “armazém” do Jing, que é o “combustível” que alimenta o Fogo Ministerial, e que vai sendo consumido ao longo da vida de um ser vivo, ajudando a manter a vitalidade e a atividade orgânica até ser esgotado, resultando no fim da vida. 

Ou seja, o desejo sexual (Fogo) é a combinação de Fogo que tem origem na mente e emoções (Coração - Fogo Imperial) com o Fogo Ministerial, que tem origem no Rim (Rim Yang) alimentado pelo seu combustível, o Jing. Se um destes dois elementos Fogo não estiver ativo, o desejo sexual não desperta e não se materializa. 

É por este motivo, que fatores como a ansiedade, a depressão ou a insónia, que afetam o Coração, podem alterar a líbido sexual, por exemplo.

Ainda que surja um pensamento capaz de despertar a sexualidade (Coração), se a energia do Rim Yang estiver fraca, por exemplo devido à idade, ao uso de substâncias prejudiciais à saúde, ao cansaço físico ou ao excesso de atividade sexual, poderá surgir um funcionamento condicionado ou mesmo não se dar a excitação completa do genital masculino, resultando em disfunção erétil ou em incapacidade de atingir o orgasmo.

O Coração também governa o sistema cardiovascular. É seu papel fazer chegar adequadamente o sangue aos genitais, mas se tal não acontecer, podem surgir condições de saúde como a varicocele, por exemplo.

 

Baço-Pâncreas

O Baço-Pâncreas é o órgão energético responsável por produzir, a partir dos alimentos, Qi e Sangue, dois elementos fundamentais para todo o organismo. No caso do aparelho reprodutor masculino são importantes pelo seguinte:

  • O Qi que advém dos alimentos é fundamental para dar suporte energético a todos os órgãos, em particular ao Rim.
  • Uma parte dos humores essenciais utilizados pelo aparelho genital masculino são extraídos a partir do Sangue, que é produzido pelo Baço-Pâncreas. Um exemplo disto é o fluído produzido pela próstata, parte importante do esperma.

Uma alimentação incorreta ou insuficiente pode prejudicar o Qi e o Sangue gerado pelo Baço-Pâncreas, que poderão ser insuficientes para suportar corretamente a vitalidade do aparelho reprodutor masculino, ajudando a que o organismo não tenha energia ou substância suficiente para a atividade sexual.

 

Fígado

O Fígado tem a função, entre outras, de promover a livre circulação do Qi e de combater a estase de Sangue no corpo. Estas duas funções são essenciais para que não aconteçam bloqueios de Qi numa zona em que a energia e o sangue devem circular livremente, como é a área genital. É por este motivo que o stress ou as emoções negativas podem impactar a sexualidade, bloqueando o Qi e o Sangue que normalmente deveriam fluir livremente até essa região.

 

Síndromes energéticas e doenças comuns do aparelho reprodutor masculino

Segundo a nossa metodologia, a maioria das doenças não infeciosas do aparelho reprodutor masculino são geralmente causadas pelas seguintes síndromes energéticas, ou pela combinação destas:

  • vazio do Jing
  • vazio do Qi do Rim
  • vazio do Qi e/ou do Sangue
  • alteração do Qi do Coração
  • alteração do Shen
  • bloqueio do Qi do Fígado
  • alteração da Wei Qi (sistema imunitário)

Além destas síndromes, podem haver outras (frio e humidade no aquecedor inferior, etc.), que podem desequilibrar a energia do organismo e, com isso, impedir o correto funcionamento do sistema reprodutor masculino. Só uma avaliação energética precisa permite entender a causa da doença deste órgão.

Para seu conhecimento, dispomos a seguir uma lista das doenças mais comuns que atendemos nas Clínicas Pedro Choy: 

  • Infertilidade masculina 
  • Disfunção erétil
  • Hiperplasia benigna da próstata
  • Prostatite
  • Varicocele 
  • Deficiência androgénica do adulto
  • Ejaculação precoce
  • Ejaculação retardada
  • Falta ou excesso de líbido

 

Palavras-chave: Fertilidade, Infertilidade, MTC, Pedro Choy, Acupuntura

Partilhar:

Artigos Relacionados:

Sem artigos relacionados

Voltar

Outras NOTÍCIAS

  • Petição "Salvar as Medicinas Naturais em Portugal"

    A Autoridade Tributária está a aniquilar financeiramente a atividade dos prestadores de saúde das terapêuticas não con...

    07 de março, 2016

  • Dores crónicas, o que são?

    A dor, enquanto manifestação, expressa alteração no equilíbrio da circulação de sangue/energia/líquidos orgânicos, em ...

    07 de outubro, 2014

  • TORNE-SE NÃO FUMADOR!

    De 12 de Dezembro a 18 de Fevereiro de 2017, os pacientes podem dirigir-se às Clínicas Pedro Choy e ficarem a conhecer...

    09 de dezembro, 2016

NEWSLETTER

Indique-nos o seu email, e receba as nossas novidades em primeira mão.


Ao subscrever concorda com a Política de Privacidade deste Website.

SIGA-NOS

social social social social
2ª a 6ª - 8h00-20h30
Sábado - 8h00-13h30
Domingo - Encerrado