100% natural, a pensar na sua saúde

Para si, a experiência da Medicina Chinesa

DADOS PESSOAIS







DADOS PARA CONSULTA

É a sua primeira consulta nas Clínicas Pedro Choy?


* Campos de prenchimento obrigatório

A marcação da sua consulta carece de confirmação por parte da Clínica. Aguarde pelo nosso contacto.

Termos e condições | Políticas de Privacidade

Fibromialgia, as dores que não se veem

 

13-02-2020

 

Artigo da autoria do Dr. Pedro Choy

Há anos que, em consulta, me aparecem casos de fibromialgia, muitas vezes a fibromialgia é uma doença que vem acompanhada de um estado depressivo de tal ordem que o tratamento que prescrevo não só passa pelo alívio dos sintomas da fibromialgia, mas também pelo tratamento do estado depressivo.

A Fibromialgia atinge muito mais mulheres do que homens e caracteriza-se por uma condição generalizada e crónica, com manifestações clínicas como dor, fadiga física e mental, depressão, indisposição ou distúrbios do sono. Isto é, uma doença que não se percebe de onde vem e que implica uma perda de qualidade de vida do paciente a par de um grande desgaste psicológico por incompreensão da patologia, pelas dores e pela estranheza com que ainda se é olhado pelos outros, que não percebem porque é que estes pacientes têm tantas dores.

 

Para a Medicina Tradicional Chinesa, a Fibromialgia tem origem num desequilíbrio da energia renal. Trata-se, no fundo, de uma forma grave de reumatismo que atinge mais do que articulações, também os músculos, os tendões e até a fisiologia do próprio cérebro.

Apesar de não implicar a deformação física ou outro tipo de sequelas visíveis, prejudica fortemente a qualidade de vida e o desempenho profissional, pois as dores são reais e chegam a ser muito violentas nalguns casos. Como na Medicina Convencional não existem exames para confirmarem por si só o diagnóstico de Fibromialgia, a avaliação dos sintomas é fundamental, havendo um conjunto de critérios que fazem a diferenciação de outras patologias que acarretam dor muscular ou óssea. Entre esses critérios é particularmente valorizado o cenário de dor generalizada por um período maior que três meses e a presença de pontos dolorosos padronizados.

 

A dor, cuja intensidade varia de moderada a severa, é o principal sintoma e é aquilo que a Acupunctura, combinada com a Fitoterapia (plantas medicinais chinesas) pode tratar de uma forma mais célere, permitindo ao paciente, deste modo, ver a sua qualidade de vida aumentar pela diminuição da dor e da restante sintomatologia.

Ainda há bem pouco tempo recebi uma paciente do Norte que me chegou com todo este conjunto de sintomas, fez um tratamento no próprio dia da consulta e continuou com os tratamentos na minha clínica do Porto, vai agora na segunda sessão de Acupunctura, a par da toma de Fitoterapia, e a esperança que lhe surgiu desde logo foi a de sentir o corpo menos dorido logo após a viagem.

Nas minhas clínicas, independentemente das queixas do paciente, tratamos sempre as emoções. E, no caso dos doentes fibromiálgicos, as emoções têm mesmo de ser trabalhadas, quase sempre os pacientes me chegam em condições psicológicas muito debilitadas. Não há dúvida de que as emoções influenciam muito o corpo. A Medicina Chinesa age no global, tratamos corpo e mente de forma a que o paciente saia melhor e de verdadeira saúde.

 

Siga-nos nas Redes Sociais

Facebook: @Pedrochoyclinicas
Instagram: @clinicaspedrochoy

Linha de Apoio: 808 20 58 58 


Contacte diretamente a Clínica mais próxima de siaqui

Partilhar:

Artigos Relacionados:

Sem artigos relacionados

Voltar

Outras NOTÍCIAS

NEWSLETTER

Indique-nos o seu email, e receba as nossas novidades em primeira mão.

Ao subscrever concorda com a Política de Privacidade deste Website.

SIGA-NOS

2ª a 6ª - 8h00-20h30
Sábado - 8h00-13h30
Domingo - Encerrado